fbpx
Menu fechado

Síndrome Visual do Computador

Você passa muitas horas em frente ao computador e ao celular?

Então, é importante se atentar para a Síndrome Visual do Computado, do inglês “Computer Vision Syndrome” (CVS).

Esta condição é resultado da focalização constante dos olhos no monitor de vídeo por muito tempo.

Cerca de 90% das pessoas, que passam três horas ou mais, em frente a qualquer tela eletrônica, é acometida pela CVS.

Mas, porque isso acontece?

O motivo principal é porque quando estamos em frente as telas, piscamos bem menos do que é recomendado.

Quando usamos muito as telas, seja por causa do trabalho, estudos ou por lazer, o olho é mais exigido para acompanhar o que acontece nela, deixa-o mais cansado.

A frequência do piscar, normalmente, é entre 15 e 20 vezes por minuto. Nas telas, isso diminui para 12 a 15 vezes durante a leitura e para 5 piscadas por minutos, devido à concentração da atenção à tela do computador.

Isso causa ressecamento e sensação de olhos secos.

– Impresso x Digital

Em materiais impressos, o cérebro consegue focalizar bem a visão, porque têm caracteres negros densos, com bordas bem definidas.

Já no computador, os olhos têm dificuldade em focalizar os pixels do computador, que são uma combinação de pequenos pontos de luz com mais intensidade de luz no centro e menos nas bordas, com bordas redondas.

Além disso, os olhos também são afetados pelo dinamismo do computador, ou seja, a tela é constantemente redesenhada.

Quando estamos lendo no computador, os olhos focalizam na tela realizando a acomodação ocular, mas, de forma involuntária, eles direcionam o foco para a distância de acomodação padrão, que é o ponto de descanso da acomodação.

Por este motivo, os olhos precisam realizar continuamente um esforço adicional para uma nova focalização na tela.

A focalização contínua causa fadiga na musculatura ciliar, resultando em sintomas de cansaço visual, depois de muitas horas em frente às telas.

Sintomas

– Olhos vermelhos;

– Ardor;

– Lacrimejamento;

– Fotofobia;

– Coceira nos olhos;

– Visão embaçada;

– Visão dupla;

– Sensação de olhos secos;

– Fadiga ocular;

– Dor de cabeça constante.

É importante saber que outros fatores podem contribuir para o surgimento desses sintomas, como: má iluminação do espaço, estar a uma distância incorreta da tela, má postura sentado ou problemas de visão que não estão sendo corrigidos com o uso de óculos.

Por isso, é muito importante manter as consultas com o oftalmologista em dia. Clique aqui para agendar.

Quais tratamentos disponíveis?

O tratamento para a Síndrome Visual do Computador deve ser orientado por um especialista. Vale saber que os métodos aplicados podem variar de acordo com os sintomas apresentados por cada paciente.

No entanto, de maneira geral, podem ser recomendados:

– Colírios lubrificantes: para melhorar a sensação de olho seco e queimação;

– Uso de óculos: para corrigir problemas de visão de pacientes que não conseguem enxergar bem.

– Terapia ocular: exercícios para os olhos que ajudam a focar melhor.

Além de tudo isso, é importante seguir as condições necessárias para utilizar o computador, colocando a tela a uma distância de 40 a 70 cm dos olhos, utilizando uma iluminação adequada que não provoque brilho no monitor e mantendo uma postura correta.

– Regra do 20 20 20

Esse método ajuda a prevenir a fadiga ocular. Para isso, o paciente precisa descansar os olhos a cada 20 minutos, olhando por 20 segundos um objeto que está a 20 pés (ou 6 metros).

Esse exercício permite que a musculatura ocular fique relaxada, quebrando o ciclo da acomodação ocular contínua em frente às telas.

Alongar o corpo, a cada 5 minutos por outra trabalhada, também é muito importante, já que como vimos, os sintomas podem estar relacionados.

Os cuidados simples com os olhos podem ajudar a evitar grandes problemas.

Cuide da sua saúde ocular. Agende uma consulta para saber mais sobre o tema!