fbpx
Menu fechado

Erros refrativos: Miopia-hipermetropia-Astigmatismo

É muito comum encontrarmos alguém que use óculos e, com certeza, se você não usa, conhece alguém que não pode ficar sem este item.

Hoje vamos conversar sobre os erros refrativos mais comuns e responsáveis por grande parte das pessoas não conseguirem viver sem seus óculos: miopia, hipermetropia e astigmatismo.

– Miopia

Este problema de visão é o mais comum que existe e é caracterizado pela dificuldade em conseguir enxergar objetos distantes, já que a visão fica mais desfocada e embaçada.

É por este motivo que os pacientes com miopia estão o tempo todo com óculos.

E, embora a visão para longe seja complicada, o paciente míope apresenta facilidade em ver objetos mais próximos.

Isso acontece, pois na miopia, a luz é focada na frente da retina, seja porque a córnea é curva ou porque o eixo do globo é longo, ou ainda o paciente apresenta as duas condições.

Veja este exemplo que separei:

Para corrigir esta condição, o oftalmologista pode recomendar o uso de lentes negativas (côncavas).

Crianças com miopia

A miopia pode se desenvolver de forma rápida ou gradual e ter uma piora durante a infância e adolescência.

Fatores hereditários e maus hábitos também podem causar uma piora significativa para este problema, como uso de celulares, computadores e ainda a falta de luz natural.

Por isso, se você precisa forçar a visão para enxergar melhor, saiba que este é um dos fatores que colaboram para a evolução da miopia. O mais recomendado, caso você identifique esta dificuldade, é buscar ajuda médica!

Além disso, o surgimento da miopia está relacionado com outras doenças, como diabetes e catarata. Tenha atenção redobrada caso você já possua estas condições ou tenha casos na família!

Como identificar os sintomas de miopia?

Geralmente, pessoas com miopia apresentam:

– Dificuldade para ver objetos distantes;

– Dores de cabeça constantes;

– Lacrimejamento em excesso dos olhos;

– Sensibilidade à luz, como luz artificial de computadores.

– Hipermetropia

Este distúrbio visual também é bem frequente.

Os pacientes diagnosticados com hipermetropia apresentam visão desfocada para perto, contrário do que acontece com os pacientes míopes.

A hipermetropia ocorre quando a entrada de luz no olho atinge um ponto focal depois da retina.

Isso pode acontecer por dois motivos: ou porque a córnea é muito plana ou porque o comprimento axial do globo é pequeno.

Vale saber que este problema é identificado de forma diferente para crianças e adultos. Veja:

– Em adultos, os objetos próximos e distantes são percebidos como imagens desfocadas;

– Crianças e jovens adultos com hipermetropia leve podem conseguir ver claramente por causa da capacidade de acomodação.

Veja como acontece:

Quais os sintomas?

– Dificuldade em enxergar objetos próximos;

– Cansaço da visão;

– Dores de cabeça;

– Vermelhidão ou lacrimejamento nos olhos;

– Dificuldade de concentração;

– Sensação de olhos pesados.

Assim como na miopia, a hipermetropia também pode estar relacionada com fatores hereditários, sendo assim, pais diagnosticados com este problema, tem mais chances de terem filhos com hipermetropia.

Para corrigir a hipermetropia, especialistas em saúde ocular podem indicar lentes positivas (convexas).

– Astigmatismo

O astigmatismo é a dificuldade de enxergar de perto e de longe, por isso, muitas pessoas dizem que esta patologia é a junção da miopia e da hipermetropia.

Ele é caracterizado pela imperfeição da curvatura da córnea do globo ocular ou cristalino e isso faz com que a imagem fique distorcida, já que os raios de luz não atingem apenas um ponto da retina, mas vários.

Veja como acontece:


Pessoas diagnosticadas com astigmatismo relatam:

– Visão borrada ou duplicada;

– Confusão entre letras e números parecidos. Por exemplo, trocar “M” ou “N” ou “5” ou “6”;

– Sensação de ardor nos olhos;

– Vermelhidão nos olhos;

– Cansaço ocular.

Para corrigir o astigmatismo, o oftalmologista pode optar por lentes cilíndricas.

É importante saber que o astigmatismo pode ocorrer em combinação com outro erro refrativo, como a miopia ou hipermetropia, chamados de astigmatismo miópico e astigmatismo hipermetrópico, respectivamente.

Nos dois casos, a visão não é nítida para perto e nem para longe.

Ainda tem dúvidas sobre miopia, hipermetropia e astigmatismo? Esta imagem pode ajudar você a entender melhor:

Os sintomas das patologias apresentadas aqui são bem parecidos, por isso, se notar alteração em sua visão, busque ajuda de um oftalmologista para identificar o que está acontecendo.

– Tratamento

O tratamento para os erros de refração pode ser feito com uso de óculos, lentes de contato ou cirurgia refrativa, mas saiba que essas opções precisam ser avaliadas pelo oftalmologista, de acordo com cada paciente.

Saiba qual o melhor para seu caso: entre em contato e agende uma consulta personalizada!